2.10.06

A globalização do pensamento e os bolinhos no lanche...

Tudo começou após alguns séculos de evolução (evolução?) histórica da humanidade, mais precisamente após a segunda “peleia” mundial, entre o mundo capitalista e o socialista e comunista.
Acabada essa briga de cachorros grandes iniciou-se a divisão dos resultados do fim da briga: “essa parte é tua, aquela é minha”.
Como se pode imaginar, não deu muito certo e houve, a partir daí, o esfriamento da relação entre os, por um breve momento, companheiros. A gripe foi geral.


O que isso tem a ver com o pensamento globalizado?

Calma, já far-se-á (sempre quis utilizar uma mesóclise num post) ... como ia dizendo, já far-se-á (de novo, isso é demais!) a ligação entre as brigas mundiais, a globalização do pensamento e, claro, os bolinhos...
Pronto, vamos lá: atualmente, no início do século XXI, está-se voltando a analisar as coisas de forma interligada. Assim o é o ensino e raciocínio inter-matérias, como no exemplo a seguir:
Se alguém pergunta “você quer bolinho?” e você responde “quero uns dois”, nesse momento você acabou de pedir pelo menos quatro bolinhos.

COMO ASSIM?

SIMPLES: levando-se em conta que quando se fala em “plural” entende-se que há pelo menos duas vezes determinada coisa e interpretando-se a resposta de forma globalizada tem-se o seguinte raciocínio: se “coisa” é “dois bolinhos” e se pede no “plural” (lembre-se, o pedido foi “uns” “dois bolinhos”), entende-se que o pedido foi o “plural de dois bolinhos”, ou seja, pelo menos duas vezes dois bolinhos, portanto quatro bolinhos, no mínimo.
Digo “no mínimo” pois como o “plural” é, de certa forma, “genérico”, poder-se-ia (uhuuu! Mesóclise de novo!) entender que a pessoa está querendo, três vezes (ou mais) a quantia pedida, qual seja “dois bolinhos”, aí seriam seis bolinhos, pois o “plural” como sendo “3x” já seria seis.

Ta difícil entender?

Como já disse, é simples. Basta enxergar a relação matemática do plural no português.
Talvez com exemplos fique mais fácil visualizar.

Exemplos: “uns três é pelo menos seis” [uns 3 = pelo menos o plural (mínimo duas vezes) de 3, ou seja: 2x3=6).
“uns oito é pelo menos dezesseis”; “uns dez é pelo menos vinte” e assim por diante.

Finalizando...

O pensamento está se globalizando dentro do globo craniano, sendo que nosso cérebro (pelo menos o meu está) misturando os raciocínios diversos, não mais os vendo de forma separada, fazendo com que matemática, português, biologia, história, etc, sejam jogadas no mesmo liquidificador cerebral, virando essa gororoba de globalização do pensamento.


Por: Marco Vicente Dotto Köhler.


Utilize seu raciocínio cérebro-globalizado e comente o post!

4 Comments:

Anonymous chicodotto said...

Passar-se-ão uns quatro dias de dezembro, e já estarei em Itapiranga. Tu visitar-me-ás?

3:54 PM  
Anonymous Mikas said...

raciocinio a um 2ª???

1:08 PM  
Anonymous Juliano disse said...

se passaram alguns minutos após essa leitura e ainda estou matutando o que escreverei. Pois então, fica aqui um breve OI, pois sei la, esse é o mundo globalizado em que vivemos em que tudo se soma a um terço das nossas capacidades de raciocinio lógico formal da matéria, vixi, esqucer
abraço marco

6:34 PM  
Anonymous Guybrush said...

eu acho que uns 6 são algo em torno de 8 a 10
não exatamente o dobro....

[]s ae

2:47 PM  

Postar um comentário

<< Home